Séries & TV

Showrunner de ‘The Walking Dead’ fala sobre os personagens LGBTs da série

Angela Kang comentou também a recente morte da série, que desfez um dos casais.

  Paulo C. Góis    segunda-feira, 26 de novembro de 2018

Cuidados com os spoilers, babies. Se não viram o último episódio de TWD, you shall not pass. Vocês foram avisados. 

A showrunner de The Walking Dead, Angela Kang, falou um pouco sobre o futuro dos personagens LGBTs da série.

Recentemente – bem recente, na verdade no último episódio exibido – um casal gay da produção se desfez: o personagem Jesus (Tom Payne) foi assassinado pelos Sussurradores.

Jesus tinha um relacionamento em desenvolvimento com Aaron, o personagem que é trazido à vida por Ross Marquand, seguindo fielmente os acontecimentos dos quadrinhos (antes que reclamem do politicamente correto globalista illuminati…).

Vamos ver o que acontece com Aaron. Ele está em um lugar bem sentimental agora. Parte da sua história é que ele está pensando muito sobre a liderança. Ele é pai da sua filha adotada, Gracie. É onde ele está agora. Não é impedir a história de uma relação no futuro. Mas, é onde ele está agora. Certamente a morte de Jesus, que era um tesouro para ele, é algo que o afetará bastante.

Kang também disse que os fãs não precisam ficar tristes, pois também há um casal lésbico no pedaço – e ambas estão vivas, graças a Deuxxx. Bem, por enquanto. É TWD, afinal, e nos últimos tempos temos visto muitas mortes surpresa.

Magna e Yumiko são definitivamente um casal. Elas não falam abertamente ainda por causa das personalidades e o senso de segurança. Mas você vê o cuidado de uma com a outra e vamos ver elas se beijando nesta temporada. São sobreviventes que estão atravessando a vida. São um casal. Nós optamos por mostrar da maneira mais real possível.

The Walking Dead está no ar com sua 9ª temporada na emissora FOX.


Paulo C. Góis

Paulo C. Góis

Paulo Cesar Góis, tradutor e redator. Foi introduzido por Harry Potter no mundo nerd. Desde então devorou de Duna a Sandman, e usa a fantasia e a ficção científica para tornar o universo um pouco mais mágico.

Comentários