Livros

George R. R. Martin diz que escrever continuação de GoT é “um peso muito grande”

Autor revelou se sentir pressionado para escrever a sequência dos livros, “Os Ventos do Inverno”.

  Paulo C. Góis    segunda-feira, 12 de novembro de 2018

Se os fãs estão irritados com a espera pelo próximo livro d’As Crônicas de Gelo e Fogo, o autor não está muito melhor.

George R. R. Martin revelou em entrevista ao The Guardian que sente “um peso muito grande” para escrever Os Ventos do Inverno, sexto livro da franquia. Martin disse que o romance é bastante complexo e difícil de ser escrito.

‘Os Ventos do Inverno’ não é um romance, são doze romances em um só, cada um com um protagonista e com uma série de coadjuvantes nos entornos, aliados e inimigos, e todas essas histórias se entrelaçam de uma forma bastante complexa.

A série ficou muito popular ao redor do mundo, os livros são populares e muito bem recebidos pelo público. Toda vez que eu sento para escrever, sei que tenho que fazer algo incrível, e tentar fazer algo incrível é um peso grande para se carregar.

Martin disse estar obcecado com a história:

Por outro lado, quando eu engato na escrita, quando eu entro naquele mundo — isso aconteceu recentemente com Fogo e Sangue, eu ia dormir pensando em Aegon e Jaehaerys, acordava pensando neles e mal podia esperar para sentar no teclado. Quando isso acontece, o mundo desaparece. Eu não me importo com o que vou jantar, com os filmes que estão em cartaz, com os meus emails, com quem está bravo comigo porque o livro ainda não saiu. Tudo isso desaparece, e eu vivo naquele mundo que criei. Mas às vezes é difícil entrar nesse estado de transe.

Os Ventos do Inverno, que dá sequência ao quinto livro A Dança dos Dragões, ainda não tem previsão de lançamento.

A oitava – e última – temporada de Game of Thrones, entretanto, estreia na HBO em 2019.


Paulo C. Góis

Paulo C. Góis

Paulo Cesar Góis, tradutor e redator. Foi introduzido por Harry Potter no mundo nerd. Desde então devorou de Duna a Sandman, e usa a fantasia e a ficção científica para tornar o universo um pouco mais mágico.

Comentários