Filmes

Bohemian Rhapsody sofre censura homofóbica durante exibição na Malásia

Com direção de Bryan Singer e Rami Malek (Mr. Robot) interpretando Freddie Mercury, Bohemian Rhapsody já está em exibição nos cinemas brasileiros.

  Paulo C. Góis    quarta-feira, 14 de novembro de 2018

O filme Bohemian Rhapsody, que adapta a vida do ícone Freddie Mercury e sua banda Queen em uma cinebiografia, sofreu censura pesada na Malásia.

Segundo o presidente do Departamento de Censura do país, Mohd Zamberi Abdul, “apenas” 3 minutos do longa foram cortados – o público afirma, entretanto, que se tratam de 20 minutos de censura da obra original.

Abdul justificou a homofobia com o seguinte:

Cenas que envolviam momentos como homens se beijando, homens se esfregando e um grupo de homens em vestidos numa festa dentro de uma mansão. Outra cena removida por a cena pós-crédito que relatava que Freddie Mercury e Jim Hutton viveram uma vida feliz, pois mostrava que eles estavam em uma relação gay… Qualquer coisa relacionada a LGBT ou a promoção disso não será aprovado.

Com direção de Bryan Singer e Rami Malek (Mr. Robot) interpretando Freddie Mercury, Bohemian Rhapsody já está em exibição nos cinemas brasileiros.

  • Essa semana a Editora Rocco está com a promoção “Na compra de 4 livros o mais barato é grátis”, confira!
  • Caixa de Som sem Fio, Sony, 25248198, Vermelho, Grande – confira!
  • Utilize o cupom NOVEMBRO15 e ganhe 15% de desconto nos livros impressos da página de Indicações da Amazon.com.br
  • Almanaque Geek para Dominação do Mundo de R$ 37,00 por R$ 20,00compre aqui!
  • Utilize o cupom BLACK10 e ganhe R$ 10,00 de desconto para compras acima de R$ 20,00 feitas pelo App Amazon.com.br

 


Paulo C. Góis

Paulo C. Góis

Paulo Cesar Góis, tradutor e redator. Foi introduzido por Harry Potter no mundo nerd, e desde então devorou de Duna a Sandman e usa a fantasia e a ficção científica para tornar o universo um pouco mais mágico.