, ,

Crítica | Genérico, essa é a definição perfeita para “Venom”

Filme se prejudica com roteiro falho e falta de definição do que busca ser

Ninguém sabia o que esperar de um filme solo do “Venom” sem o super-herói teioso em cena. Com o tempo, se descobriu que teria uma história de anti-herói, como já se foi feito nos quadrinhos anteriormente. Mesmo assim, o tom e mesmo os gêneros que seriam trabalhados no longa, eram uma incógnita.

Com Tom Hardy interpretando Eddie Brock, um jornalista pretensioso que têm um péssimo histórico de não saber seguir ordens, a história se foca na queda da carreira e do relacionamento de Eddie com Anne (Michelle Williams), após ter tentado expor a Fundação Vida, uma das corporações mais influentes do ramo científico no mundo. Tal Fundação, que está envolvida com o uso de uma forma alienígena de vida chamada de “simbionte”, para buscar a evolução da espécie humana. Buscando redenção, Eddie se envolve novamente numa investigação sobre a corporação, e acaba sendo infectado por um simbionte.

A direção aqui ficou por conta de Ruben Fleischer, mais conhecido por ter comandado a famosa comédia de terror “Zumbilândia” em 2009, e estar responsável pela sequência de tal filme, que deverá chegar aos cinemas no ano que vem. E infelizmente, o trabalho de Fleischer em “Venom”, não está nem próximo em qualidade ao feito em “Zumbilândia”. Muito por causa do roteiro é verdade, que aqui têm diversos problemas e facilitações incompreensíveis e dignas de pena, mas a direção também não ajuda. É extremamente genérica, seja esteticamente ou narrativamente. O trabalho de câmera é extremamente básico, o trabalho com os atores também não é dos melhores, e o tom nunca é encontrado pelo diretor. Visualmente, além de ter um CGI apenas ‘OK’, Fleishcer não soube aproveitar o talento de seu diretor de fotografia Matthew Libatique (Mãe!; Cisne Negro; Réquiem Para Um Sonho;), para fazer algo mais rebuscado, inventivo e engajante.

O longa não parece saber se definir, e apesar de não parecer, pode se dizer que é quase que majoritariamente uma comédia, com elementos sci-fi. O filme leva principalmente a relação de Eddie Brock e Venom com bastante humor, e é onde o longa mais funciona, conseguindo divertir de fato. Muito provavelmente pelo histórico do diretor em trabalhar com o cômico. Porém, a relação dos dois não ganha peso dramático por traz das piadas, e todo o “arco” de Venom fica jogado no meio da narrativa.

As atuações não estão ruins, até porque temos nomes muito fortes no elenco, como os já citados Tom Hardy e Michelle Williams. Hardy vai melhorando com a progressão da história, principalmente quando não têm mais que fazer o papel de jornalista, o qual não caiu nenhum pouco bem nele. Williams se mantém constante durante todo o filme, sem impressionar ou decepcionar. Acredito que o único que realmente esteja abaixo é Riz Ahmed, como o vilão Carlton Drake. Que além de ter um personagem mal escrito, o interpreta como o clássico vilão ‘malvadão’.

Assim, “Venom” não chega a ser um filme ruim, pelo menos não no nível de “Mulher-Gato”, como se têm especulado, mas é um filme que apenas fica no meio do caminho. Acredito que até poderá agradar um público mais jovem que não conhece o personagem, por ser de fato engraçado e razoavelmente divertido, mas para os fãs mais exigentes, e para um público mais experimentado, certamente cairá no esquecimento.

 

Nota 2.5

Resumo

Assim, “Venom” não chega a ser um filme ruim, pelo menos não no nível de “Mulher-Gato”, como se têm especulado, mas é um filme que apenas fica no meio do caminho. Acredito que até poderá agradar um público mais jovem que não conhece o personagem, por ser de fato engraçado e razoavelmente divertido, mas para os fãs mais exigentes, e para um público mais experimentado, certamente cairá no esquecimento.

Escrito por Luis Borgia

Colaborador, 22 anos, cineasta em formação. Crítico de cinema para o site. Apaixonado por café, filmes de terror e comédia.

Carregando...

Origin | Confira o trailer da série de terror com Tom Felton, o Draco Malfoy

Site reúne jogadores de LoL e facilita montagem de times para subir de elo