Séries & TV

Castlevania | “Drácula não é um vilão”, diz showrunner

As duas temporadas de Castlevania estão disponíveis para streaming na Netflix. 

  Paulo C. Góis    segunda-feira, 29 de outubro de 2018

A segunda temporada de Castlevania acabou de estrear na Netflix na última sexta-feira (26).

Agora, o showrunner da animação, Adi Shankar, deu mais detalhes sobre a complexa trama da narrativa, que conta com personagens bastante bem construídos. Entre eles, o do próprio antagonista – o Drácula.

Segundo Shankar, o icônico Vlad Tepes não é um mero vilão, e sim uma alma perturbada por seus traumas.

Os melhores vilões, em geral, são heróis nas próprias histórias, e o truque para fazer Castlevania ressoar era a ideia de que Drácula não é o cara mau, ele não é um vilão, ele é apenas uma pessoa consumida pelas trevas.

Naquele primeiro episódio na primeira temporada começamos a ver o porquê ele quer erradicar humanos. Ele não é apenas um vilão unidimensional. O que Drácula está fazendo não é uma guerra contra a humanidade. É um bilhete de suicídio.

Entretanto, Shankar faz questão de diferenciar as motivações do Rei dos Vampiros e seu filho, o meio-humano Alucard.

Eu acho que ele é uma pessoa completamente diferente. Ele não está agindo por causa de vingança. Os Belmont são caçadores de demônios e vampiros. Trevor está seguindo os passos do pai. Alucard escolhe viver para honrar a memória da própria mãe.

As duas temporadas de Castlevania estão disponíveis para streaming na Netflix.

 


Paulo C. Góis

Paulo C. Góis

Paulo Cesar Góis, tradutor e redator. Foi introduzido por Harry Potter no mundo nerd. Desde então devorou de Duna a Sandman, e usa a fantasia e a ficção científica para tornar o universo um pouco mais mágico.

Comentários