Polêmicas

Gatinhas e Gatões | Protagonista afirma que filme glorifica a cultura do estupro

O longa foi lançado em maio de 1984, e a protagonista afirmou que romantiza e glorifica uma cultura de estupro.

  Paulo C. Góis    domingo, 30 de setembro de 2018

A atriz Molly Rigwald, que protagonizou o longa Gatinhas e Gatões (Sixteen Candles, no original em inglês), publicou um tweet um tanto polêmico.

Rigwald compartilhou um artigo da revista virtual Vox que destrincha a narrativa contida na obra, analisando os motivos pelos quais o filme faria uma romantização de relações sexuais não-consentidas — em português claro, estupros.

Não poderia concordar mais.

O longa foi lançado em maio de 1984, com direção de John Hughes e elenco com nomes como Anthony Michael Hall, Michael Schoeffling, John Cusack e Gedde Watanabe.

Na história de Gatinhas e Gatões, uma adolescente se apaixona pelo namorado da amiga e, para complicar ainda mais, os pais da jovem esquecem do aniversário dela.


Paulo C. Góis

Paulo C. Góis

Paulo Cesar Góis, tradutor e redator. Foi introduzido por Harry Potter no mundo nerd. Desde então devorou de Duna a Sandman, e usa a fantasia e a ficção científica para tornar o universo um pouco mais mágico.

Relacionados