,

Diretor de The Last of Us 2 revela inspiração em série da Netflix para escrever o enredo do game

Na última quarta-feira (21), durante a apresentação em um painel no evento DICE Summit 2018, em Las Vegas, Estados Unidos, Neil Druckmann, diretor criativo da Naughty Dog e responsável por The Last of Us, comentou um pouco sobre as inspirações para a continuação da história de Ellie e Joel.

Tem uma série na Netflix chamada The End of the F***ing World, que é tão bem escrita, bem interpretada e excêntrica, e tem sido muito inspiradora para algumas das coisas que estamos fazendo [em The Last of Us 2] — mais na parte dos diálogos”. Além disso, Druckmann ainda lembrou que o filme “Filhos da Esperança” (Children of Men, 2006) de Alfonso Cuarón foi uma forte influência para o primeiro game da franquia, lançado em 2013.

O diretor falou um pouco mais sobre o processo de criação geral de The Last of Us. Seu projeto inicial surgiu durante uma aula na pós-graduação e seu objetivo seria mostrar o game para que o cineasta George Romero, criador do clássico “A Noite dos Mortos-Vivos”, o adaptasse aos cinemas.

Segundo Druckmann, a ideia inicial “misturava ICO com personagens de Sin City” e colocava o jogador na pele de um policial com problemas cardíacos que precisa proteger uma garota. Quando ele começa a passar mal, o jogador passa a controlar a menina, que daí precisa proteger o policial”. Para a sorte dos fãs do jogo, Romero recusou o projeto e a ideia de Druckmann evoluiu até tornar-se o reconhecido game que é hoje.

Como você acha que a influência da série da Netflix será incorporada nesse jogo? Deixe nos comentários!

Escrito por Theo Flores

Colaborador, 19 anos, estudante de história e brasiliense de nascença e coração. Viciado em filmes, séries, esportes e, principalmente, games. Entrou pro universo nerd quando ganhou um ps2 "tijolão" de natal aos 5 anos e desde então não parou mais.

Carregando...

“A Way Out” está pronto, segundo produtor

Anunciados os palcos para as principais competições de LOL de 2018