Filmes

Death Note | Filme em live-action produzido pela Netflix ganha suas primeiras críticas!

Death Note estreia em 25 de agosto na Netflix.

  Rodrigo José    quarta-feira, 26 de julho de 2017

E aí pessoal! Tudo certo com vocês? Em meio à muita expectativa, alguns privilegiados conseguiram acesso à Première Exclusiva que rolou durante a última San Diego Comic-Con, que aconteceu no último fim de semana. E, como eu já aguardava, muita coisa boa foi dita, mas também alguns detalhes importantes que diferenciam da trama original. Querem saber mais? Então, leiam mais abaixo na matéria. Mas antes, já sabem!

Não deixem de curtir a página oficial do Nerd Site no Facebook! É através da interação de vocês aqui nos comentários e em nossas redes sociais que conseguimos trazer o melhor conteúdo.

Durante a SDC, realizada na última semana, membros da imprensa e alguns poucos fãs tiveram a chance de acompanhar uma première de Death Note – Live Action. Eu já vinha falando aqui no Nerd Site de uma boa expectativa em relação à adaptação, ressaltando as modificações que foram feitas e pudemos perceber ao longo dos trailers e materiais divulgados. E bem, o que esse público seleto viu, foi de encontro às minhas expectativas.

É, parece que mesmo sendo bem diferente do material de origem, ainda vale a pena dar uma chance para a adaptação e ver como a história que eles pretendem contar será trabalhada.

O JoBlo, foi enfático ao colocar que, mesmo que o filme não seja terrível, “ele é bem desconfortável”, especialmente por trocar a parte mais interessante de Death Note que é o questionamento: “você brincaria de ser Deus se pudesse? ” por uma perseguição cheia de suspense onde as regras da trama mudam ao longo do filme.

O Portal “GameSpot” revelou que existem alguns detalhes que podem icontrariar os fãs mais assíduos, já que o filme está bem longe de ser uma adaptação fiel (o que já era esperado por ser uma adaptação americana), tendo sido mudado muita coisa da trama original e características de personagens, mas que “o filme junta muitas histórias, o que termina sendo tanto uma coisa positiva quanto algo negativo”.

Já a equipe do IGN, deixa claro que ainda que os planos do diretor Adam Wingard seja se diferenciar dos remakes de baixa qualidade dos animes americanos, ele “só conseguiu fazer isso parcialmente. ”

Por fim, o LRM coloca que filme está bem longe de ser um novo “A Vigilante do Amanhã: Ghost in the Shell” ou “Dragon Ball Evolution”, mesmo que os fãs do mangá ainda fiquem incomodados com a falta de fidelidade com o material de origem. Mesmo assim “foi uma ótima adaptação – uma adaptação que tem a habilidade de se manter boa por conta própria. ”

Com essas informações divulgadas, podemos seguir “montando nosso quebra-cabeça” em relação à esta adaptação. Como eu já mencionei em outras postagens, era natural que uma adaptação da obra seria feita para uma melhor absorção do público americano (principalmente), pois é dali que esperam um retorno mais massivo. Realmente, depois de ver todo conteúdo já divulgado, muitos fãs irão descer uma crítica pesada sobre o Live Action, mas eu continuo enfatizando: há muito a se ganhar se isolarmos a trama como algo único.

Então pessoal, não esperem um Light “maligno e calculista”, um “L” frio e gênio… algumas características foram sim adaptadas. Mas creio que, se vocês observarem as adaptações Live Action feitas pelos próprios japoneses, uma adaptação de roteiro e personagens é o menor dos problemas. Vamos ver qual vai ser a da trama, e o resultado final. Até lá, um grande abraço e até a próxima!

Death Note estreia em 25 de agosto na Netflix.


Rodrigo José

Rodrigo José

Colaborador, administrador, escritor e pai. Trabalha atualmente em empresa de consultoria em meio ambiente, também colunista em site de música underground (Elegia e Canto) e tenta conciliar o que resta do tempo entre assistir animes e séries.

Comentários