Anime & Mangá

Tenchi Muyo (Universe) – Daqueles que marcaram uma geração

Tenchi Muyo é um misto de romance, harém (muito leve), aventura e até mesmo sci-fi.

  Rodrigo José    segunda-feira, 24 de abril de 2017

Você que assistia os desenhos exibidos no (há muito tempo) extinto “Band Kids”, sabe que diversos bons animes lá foram exibidos no programa apresentado pela inesquecível Renata Sayuri e seu cosplay um tanto…. Enfim, nostalgia pura!

A série original foi lançada como OVA, com 6 episódios, exibidas no Japão entre 1991 e 1992. Com a criação do sétimo episódio, intitulado “Tenchi Special”, ganhou uma extensa popularidade, que rendeu três séries animadas pra TV, “Tenchi Universe”, “Tenchi in Tokyo”, e “Tenchi Muyo GXP”, todas elas com 26 episódios.

O anime tem como personagem principal o jovem Tenchi, que leva uma vida pacífica morando com seu pai e seu avô. De início, Tenchi caminha tranquilamente no caminho do bosque que margeia a propriedade onde mora, e acaba lembrando de como sua vida mudou um tempo atrás. E é aí que ele lembra o dia que a nave de Ryoko cai na Terra, e Tenchi descobre que o mundo é muito maior do que ele pensava.

Para espanto de Tenchi, Ryoko (uma jovem e linda mulher) se apresenta como uma boa moça que está sendo perseguida, e é acolhida por Tenchi. Porém, não demora muito e outra nave aparece, com um robô ameaçador. Tenchi tenta proteger Ryoko, tendo que passar por diversos problemas. Depois de toda confusão, Tenchi descobre que o robô era de uma policial intergaláctica, que persegue Ryoko, que na verdade é uma pirata espacial.

Em eventos posteriores, mais mulheres aparecem na vida de Tenchi, todas vindas de outros países, e todas mais problemáticas que as primeiras, cada uma com uma característica e personalidade diferentes. Logo, a casa de Tenchi vira um verdadeiro “harém” e Tenchi se vê envolvido em diversas confusões.

Tenchi Muyo é um misto de romance, harém (muito leve), aventura e até mesmo sci-fi. É um anime que talvez agrade muito mais quem é daquela época, por nos trazer uma boa nostalgia dos tempos de Band Kids. Comparado com o que se tem hoje do mesmo gênero, talvez a nova geração não aprove tanto, pela qualidade do anime.

Nota: 7

Espero que tenham gostado de mais um momento nostálgico, em breve estarei postando mais. Tem algum pedido ou opinião? Deixe aí nos comentários, ou nos mande um e-mail: [email protected]. Até a próxima!


Rodrigo José

Rodrigo José

Colaborador, administrador, escritor e pai. Trabalha atualmente em empresa de consultoria em meio ambiente, também colunista em site de música underground (Elegia e Canto) e tenta conciliar o que resta do tempo entre assistir animes e séries.

Comentários

Relacionados