Games

Depois da Netflix e Spotify, agora é a vez do governo federal cobrar “taxa cultural” sobre games

A consulta publica aberta pela Ancine termina na próxima segunda-feira (6).

  Vitor Cayres    sexta-feira, 03 de março de 2017

Ontem (02) nós informamos que o governo federal estuda novas maneiras de taxar serviços de streaming, como Netflix e Spotify. No entanto, agora, surgiram novas informações que eles também estão planejando taxar jogos de videogames.

Os jogos acabariam entrando no mesmo pacote que a Netflix, caso o governo federal passe a cobrar a Contribuição para Desenvolvimento da Indústria Cinematográfica (Condecine), já que a Ancine  determinou que como jogos são produtos audiovisuais, por isso, devem ser taxados também.

A importância do setor de jogos, assim como os demais setores da indústria audiovisual, não se resume ao tamanho de sua economia, ainda que esta seja forte indicador de sua capacidade de geração de emprego e renda”, diz a nota publicada no UOL. “O jogo eletrônico é também um campo rico em produção cultural.”

A consulta publica aberta pela Ancine termina na próxima segunda-feira (6), e caso venha se concretizar, significa que os games terão mais um imposto no Brasil, e como consequência, os preços dos produtos no país devem aumentar.


Vitor Cayres

Vitor Cayres

Fundador, formado em Publicidade e Propaganda, paulista e, enquanto não consegue ir para Marte, acredita que um dia teremos respostas sobre as origens dos Aliens.

Comentários